quarta, 01 de junho de 2022 - 15:17h - 1775
Waldez autoriza contratação de banca organizadora para concurso da Receita Estadual
Fundação Carlos Chagas organizará o certame. Edital deve ser publicado em breve, com vagas para auditores e fiscais.
Por: Nathacha Dantas
Foto: Marcelo Loureiro
Fundação Carlos Chagas será a banca organizadora do certame.

O governador, Waldez Góes, assinou, nesta quarta-feira, 1, o contrato com a Fundação Carlos Chagas (FCC) para a realização do concurso para auditores e fiscais da Receita Estadual, vinculada à Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Candidatos com nível superior, em todas as áreas de atuação, poderão concorrer ao certame. O edital deve ser publicado nas próximas semanas.

O governador explicou que a realização de novos concursos estaduais só é possível devido ao esforço para equilíbrio das contas públicas e ao cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. 



“O concurso da área fazendária é um dos mais esperados e é um dos elementos do Plano de Modernização da Gestão Fiscal do Amapá. O próximo passo é sair o edital, com número de vagas e data de provas”, disse Góes.


Em 2022, o Governo do Amapá também já lançou os editais para concursos da Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros (CBM). Também já foram nomeadas as comissões para os certames da Educação, que terá pela primeira vez o cargo de professor efetivo indígena, e de oficiais combatentes da PM e CBM.

Os novos certames fazem parte do calendário de concursos do Estado e integram o planejamento e aperfeiçoamento da gestão pública. São estimadas mais de 3 mil vagas para 2022.

Novos servidores

O vice-presidente do Sindicatos dos Auditores e Fiscais da Secretaria da Receita do Estado do Amapá (Sindifisco), Ademar Silva Júnior, fez referência ao comprometimento da gestão com a classe, reconhecendo os investimentos em tecnologia e infraestrutura e organização.

Ele explicou que todos os investimentos são devolvidos em retorno financeiro para o Estado, que entrega à sociedade em forma de políticas públicas.

Ademar citou ainda que as aprovações de todas as leis de carreira da classe foram feitas na gestão de Waldez.

“Esse é o melhor momento para a realização do concurso pois, pelas projeções, um número significativo de servidores já foram transpostos pelo governo federal e outros já estão se aposentando. Com os novos servidores, não teremos prejuízos. Isso reflete o compromisso e respeito do Estado com a Lei de Responsabilidade Fiscal”, frisou.

Cenário fiscal

O secretário de Fazenda, Eduardo Tavares, lembrou que todos os concursos da Receita Estadual foram realizados na gestão do governador Waldez, com exceção do primeiro, realizado em 1992.

Tavares, ainda fez um resgate sobre a situação fiscal desde 2015 - um período marcado pela crise econômica nacional e pandemia de covid-19.

“Em paralelo, apoiamos uma série de iniciativas e geramos resultados positivos, como o nível de arrecadação que, atualmente, está acima da média nacional, nos últimos anos”, enfatizou o gestor.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá